Psicoterapia Familiar

As diferenças entre os membros da família existem e podem desencadear uma série de conflitos, que acabam distanciando emocionalmente pais e filhos e mesmo marido e mulher. Também situações internas mal resolvidas em um ou mais membro, podem causar um desajuste familiar.

Os modelos familiares disfuncionais podem prejudicar imensamente o desenvolvimento individual dentro do núcleo familiar e causar brigas, desentendimentos que afetam profundamente cada indivíduo.

Muitas vezes estes conflitos e choques de opiniões geram uma verdadeira “guerra” entre os integrantes da família.

A terapia familiar é uma alternativa para ajudar nas soluções dos conflitos e buscar uma maior harmonia familiar. Ela ajuda a descobrir as causas dos problemas, o papel de cada um no contexto familiar e trazer uma dinâmica mais saudável para todos. A terapia trata o conjunto, para trazer a harmonia e o respeito mútuo.

É uma terapia estrutural, que tem como foco o desenvolvimento dos comportamentos familiares, através da análise dos relacionamentos. Ela é feita com todos os membros do núcleo familiar, baseando-se no diálogo entre as partes envolvidas, assim como atividades propostas e soluções de problemas em conjunto.

É importante que todos os membros da família entendam que existem elementos que atrapalham a convivência e consequentemente o desenvolvimento pessoal de cada um. Serão acessados padrões e sentimentos até então desconhecidos para que cada um se perceba e perceba a influência que tem no comportamento do outro.

O terapeuta atua como um mediador, onde não julga ou leva soluções prontas. Ele organiza as conversas permitindo que todos se expressem e faz as pontuações necessárias. Entender o funcionamento familiar é fundamental para o terapeuta mediar a sessão da forma mais assertiva.

Durante o processo terapêutico buscamos:
– resolver ou reduzir os conflitos e ansiedade na família;
– promover relações de papéis adequados;
– fortalecer a capacidade de cada um e da família como um todo;
– favorecer a percepção das necessidades emocionais uns dos outros dentro da família;
-cada um assumir a responsabilidade por seus erros;
– fortalecer os vínculos;
– libertar de dores guardadas há muito tempo, trabalhando as mágoas passadas;
promove o trabalho em equipe.

Alguns dos benefícios da terapia familiar são:
– trazer uma maior harmonia na família;
– trazer o autoconhecimento de si mesmo e do seu papel exercido na família;
– compreensão do sentido familiar;
– aprender a importância do respeito e diálogo nas relações;
– melhorar a comunicação;
– compreender que o movimento de um influencia diretamente os outros membros e vice versa;
– percepção de padrões inadequados e troca de papéis para que o funcionamento saudável seja resgatado.

Algumas situações em que a terapia pode ajudar:
– famílias que sofreram uma perda recente;
– algum membro viciado em drogas;
– problemas com desentendimentos entre membros da família;
– famílias em que os papéis estão trocados: pais no lugar dos filhos e vice versa;
– pais extremamente abusivos ou permissivos demais;
– dificuldades na colocação de limites;
– quando um membro apresenta algum transtorno mental.

A mudança dos padrões de comportamento viciados que causam os conflitos, é possível e os resultados são levados para o longo da vida.

teste

Essência da Mente 2024. Todos os direitos reservados.