--by Vanessa Loschiavo

Sistema Canabinóide

12 de abril de 2021 by Vanessa Loschiavo
sistema_canabinoide.jpg

SISTEMA CANABINÓIDE

O Sistema Endocanabinóide é um sistema de neurotransmissor como serotonina, dopamina. O cérebro é repleto de uma rede de neurônios que são controlados por substâncias químicas e impulsos elétricos e o Sistema Endocanabinóide é o maior sistema de neurotransmissores, abrange todos os sistemas do corpo. Ele mantém o equilíbrio dos diversos órgãos, da função imunológica, músculos, tecidos gordurosos, hormônios, centros de dor, centros de recompensa e funções metabólicos e também regula o açúcar no sangue.

Em 1967, estudantes de pós graduação de bioquímica, Raphael Mechoulam e Yehiel Gaoni isolaram os dois principais componentes da planta cannabis: canabidiol ou CBD e THC (delta-9-tetrahidrocanabinol). A equipe de Mechoulam descobriu o Sistema Endocanabinóide onde a cannabis interage e hoje com 88 anos, já publicou mais de 400 artigos, quatro livros e recebeu diversas honras em seis países. Tem um reconhecimento no meio científico.

Em 1988, uma química americana, Dra. Allyn Howllet localizou uma rede de receptores no cérebro que se ligavam ao THC. A concentração mais densa está no córtex, cerebelo, hipocampo e gânglios da base, que são áreas que coordenam o movimento, controlam as emoções, memória, dor, prazer e reprodução. Não existem receptores nos centros cardíacos e respiratórios do tronco encefálico o que é seguro em caso de overdose.

Mechoulam acreditava que o corpo não teria esses receptores para uma planta e então começou a pesquisar para responder a essa questão. Foi quando em 1992, dois cientistas do laboratório de Mechoulam encontraram uma substância química no cérebro que imita os efeitos do THC. Deram o nome de anandamida, e como THC, ela irradia um prazer fantástico, bem-estar, intensifica a experiência sensorial, estimula o apetite e bloqueia temporariamente a memória de curto prazo. Depois encontraram outra substância no cérebro que imita o CBD que é o 2-Araquinoilglicerol, ou 2-AG. Isso levou a descoberta de diversos receptores endocanabinóides espalhados pelo corpo. Os receptores localizados no cérebro são chamados de CB1 e os receptores de regiões periféricas do corpo são os CB2.

Houve uma recusa de realizar pesquisas de cannabis porque a maconha é considerada uma droga ilícita, desta forma atrasou estudos para poder ser utilizada medicinalmente. E assim, as faculdades de medicina não ensinam sobre o sistema endocanabinóide. Hoje o meio médico está numa corrida de conhecer cada vez mais as propriedades do cannabis para várias condições clínicas, são elas: ansiedade, depressão, transtorno do estresse pós traumático, diistúrbio do sono, epilepsia, enxaqueca, dor crônica, câncer, distúrbios gastrointestinais, autismo, distúrbios neurodegenerativo como Alzheimer.

Vanessa Loschiavo
Vanessa Loschiavo
Essencia da mente - encontrando sua essência

A Essência da Mente é uma clínica, localizada em São Paulo, que oferece diversos tipos de tratamentos para a integração e equilíbrio do ser humano.
Saiba Mais

Essência da mente 2019. Todos os direitos reservados.

× WhatsApp