--by Vanessa Loschiavo

Insônia

8 de maio de 2016 by Vanessa Loschiavo0
insonia.jpg

A insônia é uma queixa frequente de diversos pacientes. É algo muito desconfortável e que desgasta muito o organismo, gerando doenças e distúrbios psíquicos.
Pode ser causada por transtornos psíquicos como depressão, ansiedade, síndrome do pânico, entre outros, como também, a falta de sono pode gerar esses quadros psiquiátricos.
A insônia pode ser primária ou secundária, sendo que a mais frequente é a secundária que é um sintoma de algum quadro clínico instalado, ou seja, secundária a algum transtorno psíquico, neurológico ou doença física.
A insônia primária se instala por alterações de mecanismos de sono e vigília. Não é secundária a outra condição.
O tratamento da insônia secundária é focado na condição que levou `a insônia, seja da depressão, ansiedade, entre outros quadros. E o tratamento da insônia primária é algo mais específico para o sono. É importante ressaltar que, em ambos casos, é preciso aliar medidas não farmacológicas às farmacológicas.
Em muitos casos, há indicação de uso de antidepressivos, benzodiazepínicos, indutores de sono, mas também pode-se lançar mão de novos hábitos de vida que contribui com o alívio da insônia.
É preciso ter uma boa higiene de sono:
1 – Realizar exercícios físicos apenas de manhã, ou nas primeiras horas da tarde,
2 – Comer refeição leve acompanhada de ingestão limitada de líquido durante o jantar,
3 – Evitar nicotina, álcool, bebidas que contenham cafeína,
4 – Providenciar que a cama, o colchão e a temperatura do quarto estejam agradáveis,
5 – Regularizar hora de deitar e levantar,
6 – Utilizar o quarto somente para dormir.

É muito comum que a pessoa com insônia tenha um grande desconforto a noite. A preocupação intensa e o mal estar relacionados com a possibilidade de não dormir geram um ciclo vicioso, pois quanto mais o paciente tenta dormir, mais fica frustrado e incomodado, prejudicando mais o sono.

Alternativas que podemos lançar mão para alívio da insônia são:
-Mudança do ritmo de vida, fazendo auto avaliação dos fatores causais,
-Abusar de chás calmantes com ervas como melissa, camomila, mulungu, juntamente com sucos de maracujá e alface,
– Utilizar homeopáticos e/ ou fitoterápicos,
– Realizar relaxamentos e fazer meditação antes de dormir,
– Fazer TFT que é terapia do campo do pensamento, fazendo tappings (batidas) em pontos de acupuntura com o campo do pensamento focado na dificuldade de dormir,
– Realizar psicoterapia na tentativa de aliviar algum desconforto emocional gerador da insônia ( no caso da insônia secundária), e a psicoterapia também pode ajudar o indivíduo a encontrar estratégias para lidar com uma insônia primária,
– Tratar o motivo da insônia na medida do possível, seja ela causada por um quadro clínico, como apnéia, síndrome das pernas inquietas, ou qualquer outro distúrbio metabólico, ou de ordem psíquica.

Lembrar que se o paciente utilizou diversos recursos que estavam ao seu alcance e não conseguiu aliviar a dificuldade de dormir, deverá procurar um psiquiatra para investigação específica e tratamento. É preciso ressaltar que a falta de sono é um sinalizador que algo não está bem e deve-se valorizar este sinal e mudar algo em favor de si mesmo. É importante ressaltar que o sono regular é muito importante para o equilíbrio do corpo e da mente.

Vanessa Loschiavo
Vanessa Loschiavo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Essencia da mente - encontrando sua essência

A Essência da Mente é uma clínica, localizada em São Paulo, que oferece diversos tipos de tratamentos para a integração e equilíbrio do ser humano.
Saiba Mais

Essência da mente 2019. Todos os direitos reservados.