--by Vanessa Loschiavo

Transtorno Bipolar

9 de maio de 2016 by Vanessa Loschiavo0
transtorno_bipolar.jpg

Quantas vezes ouvimos pessoas dizendo para outras “você está bipolar hoje, hein ?” Sim, este termo bipolar já é bem conhecido, mas vamos esclarecer.

Transtorno afetivo bipolar, ou psicose maníaco depressiva é uma doença caracterizada por alternância de humor, ora com episódios depressivos, ora com euforia ou mania.

No episódio depressivo, o indivíduo sente tristeza, desesperança, falta de ânimo, isolamento, pode ter o curso de pensamento lentificado, com déficit de memória. Existem graus: leve, moderado e grave. A depender da gravidade é a limitação na rotina diária, podendo chegar a uma falta de adaptação total da pessoa à sua rotina.

No pólo de mania ou euforia, o paciente tem grande energia, apresenta uma aceleração do curso do pensamento, realiza atividades de forma desorganizada, sem finalizar as atividades. Tem certa irritabilidade, aumento da libido, compulsão por compras, insônia, agitação tanto motora quanto psíquica, ideias de grandeza, podendo ter sintomas psicóticos, também. Há diferentes graus de intensidade. Esta é uma fase que traz grandes consequências ao paciente, pois pode ter uma crise financeira, conjugal, não se adaptar ao trabalho.

Em geral, a pessoa prefere estar em mania, pois se sente mais viva, alegre. Há uma dificuldade natural em lidar com a depressão, que traz mais sofrimento.

Este é um quadro que pode passar quase desapercebido por familiares se tem uma pequena intensidade e não tem ciclos tão evidentes. Mas, certamente, causa sofrimento. O paciente pode não entender o que ocorre consigo mesmo, no sentido de vir uma força maior, ligada a parte da química cerebral, que leva às oscilações de humor.

Já os quadros de gravidade maior, ficam evidentes e podem levar até a internações como tentativa de tratamento e proteção, considerando que a internação deve ser vista como último recurso.

É possível o paciente com esse diagnóstico estar estável, ter o seu trabalho e se integrar em sua rotina, realizando o tratamento com medicamentos e psicoterapia. Depende da gravidade da doença e maneira que o indivíduo leva seu tratamento. No caso de interrupção constante, há muitos prejuízos pessoais e profissionais.

Deixarei uma indicação de leitura que é o livro: Uma mente inquieta: memórias de loucura e instabilidade de humor, de Kay Redfield Jamison

Este livro aborda a busca pessoal de uma psicóloga, com diagnóstico de Distúrbio bipolar, pela estabilização, é muito bom e ilustra bem a sua determinação.

Dra. Vanessa Calhiarani Loschiavo
Psiquiatra e Psicoterapeuta
www.essenciadamente.com.br

Vanessa Loschiavo
Vanessa Loschiavo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Essencia da mente - encontrando sua essência

A Essência da Mente é uma clínica, localizada em São Paulo, que oferece diversos tipos de tratamentos para a integração e equilíbrio do ser humano.
Saiba Mais

Essência da mente 2019. Todos os direitos reservados.