--by Vanessa Loschiavo

Psiquiatria sob a ótica espirita

3 de agosto de 2016 by Vanessa Loschiavo0
psiquiatria_sob_a_otica_espirita.jpg

PSIQUIATRIA SOB ÓTICA ESPÍRITA
Dra. Vanessa Calhiarani fala sobre PSIQUIATRIA SOB A ÓTICA ESPÍRITA.

Existe, ainda nos tempos de hoje, um grande preconceito quando alguém precisa procurar um psiquiatra. Ao pensar na psiquiatria vem automaticamente a ideia da loucura. A psiquiatria deriva do grego e significa “arte de curar a alma”.

É uma área muito abrangente. Está ligada ao emocional, sentimento do ser humano e o relacionamento interpessoal. Trata dos desvios humanos, dos transtornos mentais que podem ser muito diversificados. Desde ansiedade, depressão, transtornos obsessivos a distúrbio bipolar, esquizofrenia.

A psiquiatria tradicional realiza diagnóstico através de soma de sintomas e sinais, direcionando para um tratamento medicamentoso. O psiquiatra biológico apoia o tratamento nos psicotrópicos e há psiquiatras que baseiam o tratamento na medicação e na psicoterapia.

O psiquiatra que tem uma visão espírita faz um entendimento clínico bastante abrangente. Pode lançar mão de diversas alternativas ( alopatia, homeopatia, psicoterapia, fitoterapia,..), sendo o objetivo principal o encontro do ser com a sua essência. Pesquisa a história do indivíduo de forma profunda, para entender quais fatores influenciaram na formação do sintoma psíquico, mas precisa dar atenção tanto às dores da alma como aos desejos, sonhos e aspirações. Realiza o diagnóstico e baseia o tratamento numa ótica ampliada da tendência do ser. Sabendo que vencer uma tendência é algo bastante grandioso, sendo que pode ser uma tendência desta vida, ou pode trazer resquícios de outras existências. Considera importante não somente a clínica psíquica, física, a psicoterapia, mas também vai incentivar uma transformação interior , contando com todo o ensinamento contido na literatura espírita, muito semelhante a um tratado de psicologia.

O profissional espírita tem possibilidade de diferenciar quadros psiquiátricos de mediunidade, considerando que a psiquiatria tradicional pode medicalizar situações que podem estar ligadas a mediunidade. Há um livro, chamado Ala Dezoito, que exemplifica esta situação dramática de uma pessoa que começa a manifestar mediunidade e é visto como um caso psiquiátrico, chegando a uma internação . A visão espírita traz esta compreensão a mais, dando uma maior chance de recuperação. Na medida que considera o indivíduo um ser que tem matéria (físico), emoção (psíquico) e espírito, vai tratar o todo: avaliando com exames clínicos laboratoriais o físico, realizando o exame psíquico pela percepção clínica e podendo questionar sobre a religiosidade enfatizando a importância da mesma no encontro do equilíbrio pessoal.

Vale ter cuidado com o julgamento em relação à busca de ajuda psiquiátrica. Ouvimos muito o senso comum dizer que alguma doença psiquiátrica é falta de fé, ou que o tratamento medicamentoso prejudica ou bloqueia a mediunidade, ou que pode gerar dependência física, ou que o tratamento não vai permitir uma vida normal compatível com o trabalho. Bem, são muitos os tabus que envolvem o tratamento psiquiátrico. Vamos refletir: são muitas as provas desta vida, muitos desafios a vencer. É preciso encará-los de frente, aceitando a ajuda da ciência quando necessário, através de especialista cuidadoso, sendo este tratamento um facilitador para vencer e ultrapassar os obstáculos, trazendo equilíbrio, capacitação para realizar atividades do dia a dia, como trabalho, vida em harmonia familiar com respeito ao próximo, não bloqueando a mediunidade, e tendo toda cautela para não gerar dependência física. Não é possível generalizar, cada caso é um caso diferente do outro, mesmo que tenha o mesmo diagnóstico, pois são pessoas diferentes com histórias diferentes. O tratamento irá equilibrar o indivíduo, diminuindo os sintomas da doença, possibilitando o paciente se reconhecer sem os sintomas.

O psiquiatra espírita entende a doença psiquiátrica como uma oportunidade de evolução, e ajuda, ao longo do tratamento, que o paciente também entenda que a doença tem o papel de um acelerador na sua jornada. E pode lançar mão de tratamentos com medicação alopática (psicotrópicos), medicação homeopática, psicoterapia, e pode utilizar recursos ligados a medicina quântica ( tem como base a física quântica que considera as leis da física subatômicas).

“Na arte de curar a alma”, o especialista ajuda o paciente na lapidação de sua pedra bruta. E a cada reflexão, alívio de sintoma, novas atitudes e descobertas que o indivíduo vai fazendo, um novo brilho em seu interior vai surgindo. E com a persistência desta atuação a transformação vai ocorrendo, surgindo uma pedra preciosa com brilho intenso e muita luz. Este é o encontro com a verdadeira essência, com o lado Divino do ser.

Vanessa Loschiavo
Vanessa Loschiavo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Essencia da mente - encontrando sua essência

A Essência da Mente é uma clínica, localizada em São Paulo, que oferece diversos tipos de tratamentos para a integração e equilíbrio do ser humano.
Saiba Mais

Essência da mente 2019. Todos os direitos reservados.