--by Vanessa Loschiavo

Viva a diferença

8 de maio de 2016 by Vanessa Loschiavo0
viva_as_diferencas.jpg

Somos seres humanos com aptidões, gostos, características diferentes. Isso se deve a vários fatores, que podem ser culturais, hábitos, carga genética como também o funcionamento cerebral.
Como vimos anteriormente uma disfunção numa área cerebral pode ser compensada com uma função aumentada em outra área, levando `a uma habilidade.
É comum as análises de grandes personalidades, gênios sob a ótica da psiquiatria, como: Van Gogh que alguns autores afirmam que poderia ter distúrbio bipolar, por suas variações constantes de humor, como também o escritor Edgar Alan Poe. Albert Eisnten apresentava dificuldades escolares, não envolvia-se facilmente em brincadeiras, ficava horas concentrado num mesmo problema, é levantada a hipótese que ele tinha dislexia. Desenvolveu a Teoria da Relatividade e ao ser questionado como chegou `a essa teoria disse que um adulto normal nunca para para pensar sobre problemas do espaço e do tempo.
Leonardo da Vinci era pintor, arquiteto, botânico, urbanista, cenógrafo, cozinheiro, inventor, geógrafo, físico e até músico. Existem suspeitas que era disléxico devido sua escrita da direita para esquerda e possivelmente tivesse déficit de atenção, justificado por tantas obras inacabadas, e por ter uma maneira diferente de ver as coisas. Ele dizia: ”Muitos veem , mas não enxergam”. Mozart apresentava um comportamento inquieto, impulsivo era desorganizado e resistente `as normas estabelecidas, muito similar a Hiperatividade e Déficit de atenção. Achava enfadonhas as óperas antigas e inovou com Dom Giovani e A Flauta Mágica.
Cada pessoa tem um funcionamento cerebral próprio e indivíduos com algum transtorno como dislexia e déficit de atenção tem uma grande tendência a serem pessoas muito criativas. Talvez por terem um maior funcionamento do hemisfério direito do cérebro. Desde que a pessoa esteja um pouco adaptada e apresente uma avalanche de pensamentos como na hiperatividade, distúrbio bipolar, isso
pode ter um caráter positivo a depender de qual uso faz de suas próprias características.
Trouxe essas informações para refletirmos que a dificuldade psiquiátrica não limita o ser como um todo, é possível que cada um perceba o que tem de melhor.
Cabe aos pais de crianças, ou pessoas com distúrbios psíquicos ver além da dificuldade, colocar foco na habilidade, cada qual encontrando sua própria fórmula de superação.

Vanessa Loschiavo
Vanessa Loschiavo
Essencia da mente - encontrando sua essência

A Essência da Mente é uma clínica, localizada em São Paulo, que oferece diversos tipos de tratamentos para a integração e equilíbrio do ser humano.
Saiba Mais

Essência da mente 2019. Todos os direitos reservados.